• Erika Peron

Profissional de Saúde – Meu sonho.


Contudo, observo, diariamente pessoas que buscam sua realização profissional após cursarem uma Faculdade que, sem dúvidas, aprimorou-se muito nos últimos anos. Pelo menos, é o que observo nos cursos da área da Saúde.

Inicialmente, vejo que a aspiração da maioria dos acadêmicos é a de ter um bom emprego com remuneração justa onde possa aplicar tudo que aprendeu e ser remunerado de maneira justa e sistemática. A questão é que nem sempre podemos ter o sonhado emprego com a sonhada estabilidade e, quem sabe, o sonhado salário.

Daí temos três alternativas:

  1. Aceitamos os valores que são pagos nas empresas privadas e apostamos nossa sorte em leis, regulamentos e pareceres que as Entidades de Classe conseguem.

  2. Mudamos de área

  3. Resolvemos empreender em negócio próprio

A última alternativa, embora tentadora, apresentará, em muitos casos, empecilhos nunca imaginados, ou, então, negligenciados, antes e/ou durante o tempo em que o negócio perdurar. A falta de capacitação nas áreas gerenciais aponta-se como um dos principais motivos para o não sucesso em empreendimentos que teriam tudo para funcionar bem.

Para os Profissionais da Saúde que desejam tornarem-se autônomos em suas atividades, longe da dependência das Operadoras de Planos de Saúde e do Estado, sugiro desenvolvimento de maior intimidade com o mundo gerencial que vai desde softwares de gestão até o mundo dos contratos.

Sucesso não está em escolher a coisa certa, mas, transformar o que você faz em algo que seja útil.

Abraço a todos

Luis Henrique Cintra

#enfermerio #fisioterapeuta #médico #psicólogo

0 visualização0 comentário

Posts recentes

Ver tudo