• Luís Henrique Cintra

O essencial e o oportuno

Atualizado: 18 de Mai de 2020


O mal exemplo demonstrado em suas atividades cotidianas o isolou como o dono da bola que não consegue formar um time.


Cenas de ciúme, acareações de delegacia, gritos que esvaziam uma cabeça cheia de dúvidas e um coração cheio de mágoas formam o cotidiano circense de um #artista que não consegue causar um outro sentimento em seu #público que não seja a #vergonha.

“São serviços públicos e #atividadesessenciais aqueles indispensáveis ao atendimento das necessidades inadiáveis da comunidade, assim considerados aqueles que, se não atendidos, colocam em perigo a sobrevivência, a saúde ou a segurança da população”.(parágrafo 1 do artigo 3 do decreto 10282)

É #vil, é #sorrateiro, é #malicioso e #cínico o gesto de incluir atividades secundárias como essenciais somente para ganhar simpatia de alguns em detrimento da #segurança de todos.

Senhor Presidente enquanto o povo precisa do #essencial para viver por neste momento, o senhor age como se fosse uma #oportunidade para seus planos de poder. Aviso-lhe que, aqui no Ceará, nada mudou pois os homens que fielmente creêm em Deus agem pela ciência.

Luis Henrique Cintra

6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo